Porto de São Francisco do Sul

+55-47-3471-1200 porto@apsfs.sc.gov.br

Menu

PORTO DE SÃO FRANCISCO DO SUL IMPLEMENTA NOVO MODELO DE GESTÃO

By In Sem categoria On 15 de novembro de 2017


Chamado de “Novo Porto”, conceito aprimora os processos dentro do Terminal

 

O Porto de São Francisco do Sul está implantando novos programas que irão transformar a gestão do terminal público. Chamado de “Novo Porto” e dividido em três fases, o projeto pretende proporcionar mais eficiência individual e coletiva, reduzir custos, diminuir desperdícios, melhorar a qualidade dos serviços, minimizar os riscos de acidentes de trabalho, além de aumentar a qualidade de vida das pessoas.

A primeira parte do projeto é a implantação do conceito 5S, concebido por Kaoru Ishikawa em 1950, no Japão e que atualmente está incorporado ao cotidiano de grande parte das organizações. O 5S é formado por cinco “sensos”: Senso de Utilidade (Descarte), Senso de Ordenação (Organização), Senso de Limpeza (Conservação), Senso de Saúde (Higiene), e Senso de Autodisciplina (Ordem), que estimulam a melhoria e a mudança comportamental.

A aplicação desta nova cultura no Porto é realizada em parceria com a Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos (Fepese), que primeiramente fez um diagnóstico do perfil organizacional do terminal, da estrutura e dos servidores, além de indicar ferramentas e ações que irão melhorar a gestão. “Todos os funcionários já passaram por uma capacitação. A estrutura portuária foi dividida em nove áreas, onde cada gestor responsável terá que fazer uma auditoria permanente dos processos. O grande desafio é tornar o ambiente de trabalho mais funcional e criativo”, avalia o Professor Ademar Dutra, coordenador da ação.

A primeira etapa também contou com o Dia D, realizado no último dia 8 de novembro, em que os funcionários aplicaram os conceitos aprendidos e descartaram papéis e outros materiais sem utilidade, além de reorganizarem adequadamente os espaços físicos do Porto. Após essa fase concluída e estabelecida, a ideia é fazer um mapeamento de todos os processos realizados dentro do Terminal e criar indicadores e metas que irão garantir que essa melhoria seja um processo contínuo, tornando o Porto de São Francisco do Sul cada vez mais competitivo.  “O mapeamento exige a participação de todos. A gente tem que se portar com o olhar voltado ao resultado e com melhor entrega para o usuário. Esse modelo de gestão vem dessa cultura empresarial, com foco no cliente”, destaca Lindomar de Souza Dutra, Gerente de Administração de Finanças e Contabilidade, que levou a ideia à diretoria do Porto.

Para se ter uma ideia, um dos processos previstos, conforme o mapeamento proposto, pode reduzir de 27 para 11 dias úteis o tempo em que um recurso leva para ser contabilizado no fluxo de caixa, gerando mais capital de giro e agilizando a economia da cadeia portuária. Esse é apenas um exemplo do potencial do projeto. “De forma geral, essa mudança vai melhorar os processos administrativos, estabelecer um elo com os colaboradores, trazer uma sinergia maior para o Terminal e alcançar o nosso objetivo principal, que é trabalhar com segurança e eficiência”, conclui o presidente do Porto, Arnaldo S.Thiago.

 

FONTE:  Assessoria de Imprensa